Thursday, March 05, 2009

Companheiros Terroristas – Parte 2

De vez em o governo acolhe um terrorista. Foi que o aconteceu com Cesare Battisti, comunista italiano responsável por uma série de assassinatos no seu país de origem. Battisti foi afagado pelos braços do ministro da justiça, Tarso Genro. Sim, são os mesmos braços responsáveis por empurrar de volta para Cuba aqueles dois boxeadores que queriam fugir aqui para o Brasil.


A acolhida de criminosos internacionais e a expulsão sumária de civis desesperados não é novidade no nosso país. Outro famoso terrorista comunista que foi adotado pelo governo foi o “padre” Olivério Medina, integrante das FARC. Diogo Mainardi chegou a denunciar, em sua coluna na revista Veja que a esposa do “padre” havia conseguido uma boquinha em um dos cargos criados pelo governo Lula. Uma espécie de bolsa terrorismo.


Além de Cesare Battisti outro notório terrorista italiano que também fincou residência por aqui, foi Achille Lollo, militante do grupo comunista Potere Operaio. Para quem não sabe, Achille Lollo é reponsável pelo assassinato de dois dos quatro filhos de seu inimigo político, Mario Mattei. Uma das crianças tinha apenas 8 anos de idade. Ambos foram queimados vivos. Achiille Lollo teve sorte. Tornou-se fundador e posteriormente intelectual ligado ao PSOL. Alguns de seus artigos chegaram a ser publicados no site do partido. Heloisa Helena, tão dada a exigir ética dos outros, jamais deu um pio sobre a presença de um terrorista entre os pensadores do partido que ela comanda.


Depois da queda do muro de Berlim a revolução comunista não terminou como afirmam alguns liberais desinformados. Como um vírus o comunismo sofreu mutações. As antigas revoluções pelas armas deram lugar à manipulação da democracia e do capitalismo para fomentar o sonho vermelho. O grande pensador do novo socialismo foi o também italiano Antônio Gramsci, É com base em seus ensinamentos que a democracia da Venezuela, por exemplo, esta sendo solapada. A estratégia é destruí-la através de seus próprios mecanismos de existência. Uso de plebiscitos. Orçamentos Participativos. Agrados a grandes oligarquias. Constrói-se uma ditadura através da democracia.


O objetivo de destruir os valores da sociedade ocidental nunca terminou. Tomou outra forma. Mundialmente a esquerda se alinha aos anseios dos terroristas. No Iraque. No Afeganistão. Em Israel. Observem o método e verão que a esquerda sempre buscará resguardar o posicionamento dos terroristas. No íntimo a esquerda torce pela vitória dos radicais do Hamas sobre Israel. No íntimo a esquerda vibrou com os atentados terroristas do 11 de setembro. O maior financiador de todos os inimigos do ocidente sempre foi à Rússia, mesmo depois do colapso do regime soviético. China também. Enquanto a primeira protege o regime aiatolá no Irã, a outra da cobertura a Coréia do Norte comunista. Os petro-dólares russos são os principais financiadores de toda sorte de bandidos que existem desde a própria Rússia até integrantes do governo Sírio, passando por Teerã e chegando as cavernas do Iraque. Há no fim das contas um grande objetivo de esquerdistas e terroristas, acabar com a democracia Ocidental representada, sobretudo pelos EUA e Israel.


A última etapa desta cruzada contra o Ocidente chegou agora em um ponto crucial, a posse de Barack Obama como presidente americano. Tema para a terceira e última parte desta série.


Para saber mais sobre Achille Lollo entrem nas seguintes páginas da internet, ambas em Italiano:


http://redazione.romaone.it/4Daction/Web_RubricaNuova?ID=63379&doc=si

http://www.lisistrata.com/2005politicainterna/002vergognalatitanti.htm


Por Guilherme Macalossi

Artigo publicado no jornal Informante em 29 de janeiro de 2009

No comments: